Radiografia Digital Dinâmica: o raio x com movimento e precisão

Radiografia Digital Dinâmica

Radiografia Digital Dinâmica: o raio x com movimento e precisão

Radiografia Digital Dinâmica: o raio x com movimento e precisão 500 281 Konica Minolta

Imagina um raio x que “se mexe” e traz uma série de imagens captadas em alta velocidade e baixa dose, permitindo visualizar o movimento de áreas anatômicas, como o pulmão? A Radiografia Digital Dinâmica (DDR) representa a modernidade dos diagnósticos por imagem. 

Devido à capacidade da Radiografia Digital Dinâmica de visualizar o movimento do corpo, é possível identificar doenças pulmonares mais cedo, por exemplo, e iniciar o tratamento no paciente antes dos sintomas se agravarem.

São 300 imagens processadas em uma única digitalização, que passam por um processador avançado para criar a “animação”. A partir do resultado, o médico radiologista observa o movimento das estruturas do corpo e realiza análises qualitativas e quantitativas para promover diagnósticos mais assertivos.

A solução é tão inovadora, que foi contemplada com o Prêmio de Inovação da AHRA (Association for Medical Imaging Management) em 2019, e tem sido sucesso em diversos países.

A Radiografia Digital Dinâmica na prática

A DDR transmite cerca de 15 raios x pulsados por segundo, criando uma série de imagens estáticas que, quando colocadas em sequência, resultam em um pequeno vídeo animado, mostrando o movimento e dinamismo.

As duas áreas clínicas em que a DDR tem tido grande impacto são as de musculoesquelético e pneumologia, já que as imagens digitais dinâmicas trazem muito mais informações para o médico radiologista. 

A solução também permite observar as condições do corpo na postura do dia a dia por meio de uma radiografia em posição ortostática, ao invés de tomografia computadorizada ou ressonância magnética em posição supina.

Processamento e análise de imagens dinâmicas

Todas as imagens captadas são processadas para atenuar clavículas e costelas com a finalidade de melhorar a visibilidade (no caso dos pulmões), e as estruturas são destacadas para facilitar a identificação de cada parte do corpo. Desta forma, o que antes era difícil de visualizar devido à sobreposição de ossos se torna mais fácil.

São duas tecnologias de análise de movimento:

  • PL-MODE: exibe as alterações na concentração do campo pulmonar associadas à respiração;
  • PH-MODE: analisa a pulsação vascular na área do pulmão.

A Radiografia Digital Dinâmica ajuda médicos e pacientes, pois a inteligência artificial é usada para analisar as imagens de raios x e fazer previsões – podem mostrar aos profissionais a ventilação e a perfusão pulmonar (oxigênio e fluxo sanguíneo), e ajudar a determinar o plano cirúrgico ou tratamento do paciente.

Conheça o hotsite da DDR (em inglês) e entre em contato conosco para analisar condições especiais para o seu hospital ou clínica!